EFETaipé

Estudos mostraram que micobactéria fecais controlaram o diabetes em testes com animais e os estudiosos esperam que sejam também efetivas em próximos experimentos em humanos, revelou neste sábado o médico Wu Junying, do Hospital de Veteranos de Taichung (Taiwan).

As micobatérias são causa de várias doenças, mas graças ao desenvolvimento da tecnologia, foi possível estudar dezenas de milhões delas e descobrir algumas com efeitos curativos, afirmou Wu, diretor de um projeto de pesquisa neste campo.

Os remédios extraídos das bactérias fecais mudaram a flora gastrointestinal e contribuíram para combater em animais várias doenças, como o diabetes, explicou o pesquisador em entrevista coletiva.

Os resultados positivos desta pesquisa sobre o diabetes em animais dão esperança sobre o futuro uso de bactérias para curar outras doenças e também para melhorar a saúde, afirmou Wu.

A plataforma taiuanesa de pesquisadores de bactérias para usos médicos criará uma base de dados sobre as bactérias e recopilará informações a respeito, acrescentou o pesquisador taiuanês.