EFE | Lisboa

O principal índice da Bolsa de Lisboa, o PSI-20, subiu hoje no fecho 0,66%, até aos 6.041,56 pontos, impulsionado pelo Banco Comercial Português (BCP, participado pelo Sabadell), que se disparou 4,95%.

Bolsa de Lisboa começa semana com resultados positivos. EFE/Arquivo
Bolsa de Lisboa começa semana com resultados positivos. EFE/Arquivo

Dez dos valores do índice fecharam em verde e oito fizeram-no em vermelho, na primeira jornada em positivo após três consecutivas de descidas.

A operadora Portugal Telecom (PT) SGPS também fechou com fortes subidas, com um aumento de 3,56%, assim como o Banco Internacional do Funchal (Banif), que melhorou 1,43%.

A companhia petrolífera Galp Energia ganhou 0,75%; o Banco Português de Investimento (BPI, participado pelo Caixabank) ascendeu 0,49%; e a construtora Mota-Engil, com atividade no Brasil, Peru e México, revalorizou-se 0,48%.

EDP Renováveis, filial da EDP com sede na Espanha, também terminou a jornada em terreno positivo, com um aumento de 0,37% no fecho.

O grupo de comunicação Impresa liderou as perdas da bolsa lusa, com um desabe de 3,11%, seguido da construtora Teixeira Duarte, com negócio na Venezuela, que retrocedeu 1,75%.

O grupo de distribuição Jerónimo Martins, que opera na Colômbia com os supermercados Ara, desvalorizou-se 0,68%.

As elétricas Energias de Portugal (EDP, que controla na Espanha a HC Energia) e Redes Energéticas Nacionais (REN, participada pela sua homóloga REE) caíram 0,39% e 0,29%, respetivamente.

Publicidad