EFELisboa

A empresa portuguesa EDP Renováveis anunciou nesta quinta-feira ter fechado um contrato para vender a energia produzida em um projeto eólico no Rio Grande do Norte que tem capacidade total de 96 megawatts.

Em um comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliário de Portugal (CMVM), a companhia detalhou a operação, revelando que o acordo valerá pelo período de 16 anos.

O contrato determina a venda produzida no parque eólico de Catanduba, localizado no Rio Grande do Norte, que tem previsão para começar a funcionar em 2024.

Com esta operação, a EDP já garantiu cerca de 1,1 gigawatt de energias eólica e solar no Brasil, que serão produzidas no período entre 2021 e 2024.

Para 2024, além disso, a carteira da empresa no Brasil alcançará 1,5 gigawatt, "reforçando a presença em um mercado com baixo perfil de risco através do estabelecimento de um contrato de longo prazo", afirma o comunicado da empresa. EFE

cdb/bg/id