EFEMiami (EUA)

Um grupo de brasileiros radicados em Miami, nos Estados Unidos, uniu talento e generosidade para arrecadar fundos para crianças de Brasil, Venezuela e Haiti, por meio de uma exposição que será inaugurada nesta sexta-feira, combinando fotografia e poesia.

"Be the Message" ("Seja a mensagem", em tradução livre) será exibida na galeria Ovoo, em Wyndwood, bairro conhecido pela divulgação de arte na cidade. A mostra terá imagens feitas pelo fotógrafo de moda Eduardo Negrão, de pessoas que levam escritas na própria pele, versos da poetisa Gabi Artz.

Negrão, que trabalhou 17 anos como assistente dos fotógrafos Miro de Souza e Roberto Frankenberg, também colaborou com Sebastião Salgado e realizou trabalhos para revistas como "Vogue" e "Elle. À Agência Efe, ele afirmou que o projeto foi desenvolvido pela instituição Amor Naïf, que se dedica a obter fundos mediante ações criativas.

Nesta ação, o dinheiro vem de pessoas que foram fotografadas, que pagaram mais de US$ 10 mil (R$ 36,8 mil), para posar para o brasileiro, servindo de suporte para a poesia de Artz. Além disso, contribuíram com o projeto restaurantes, estilistas, cabeleireiros e veículos de imprensa da comunidade brasileira radicada em Miami.

Todo o montante arrecadado será doado a ONGs que trabalham em favor de crianças de Brasil, Venezuela e Haiti e com as quais a Amor Naïf colabora.

Negrão afirma que se sente muito satisfeito por poder ajudar o próximo por meio da experiência de 30 anos como fotógrafo, e considera que "Be the Message" é um convite para a reflexão e a generosidade através da arte.

"Tudo o que precisamos cabe em um abraço" é uma mensagem que pode ser lida nos braços de um casal fotografado por Negrão.

Nas costas de uma mulher, a frase "Deixa que o amor deixa sua marca sempre em mim" aparece combinada com a palavra "Venezuela", escrita no braço da criança que carrega.

Ao longo do braço de uma menina sentada no colo da mãe, terminando em uma das pernas da mulher, está a frase: "Tudo o que quero para você e para mim é amor, paz e ubuntu".