EFERecife

A gestora aeroportuária espanhola Aena começou a operar nesta quinta-feira o aeroporto da cidade de Campina Grande, na Paraíba, o segundo dos seis aeroportos que lhe foram concedidos no nordeste do país, em um leilão realizado no ano passado.

O aeroporto Presidente João Suassuna recebeu 125.468 passageiros entre janeiro e novembro do ano passado e é o segundo que a Aena começou a gerenciar no Brasil.

Na última segunda-feira, a companhia espanhola começou a operar o aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, no Ceará, que recebeu 483.142 passageiros de janeiro a novembro de 2019.

Os dois aeroportos fazem parte dos seis que a Aena recebeu em março de 2019 para administrar por um período de 30 anos, com a empresa oferecendo o valor de R$ 1,9 bilhão.

Além dos terminais de Juazeiro do Norte e Campina Grande, a Aena também operará os aeroportos de Recife, João Pessoa, Aracaju e Maceió.

Uma equipe multidisciplinar da Aena veio de Madri para acompanhar os primeiros dias de operação com o objetivo de "garantir sem incidências a continuidade e a melhora dos serviços oferecidos pela Infraero".

O diretor-presidente da Aena Brasil, Santiago Yus, expressou a satisfação da empresa por "iniciar a operação do primeiro aeroporto da Paraíba" e lembrou que em breve será complementado com a da capital João Pessoa.

"Acreditamos que nosso conhecimento em serviços aeroportuários e a colaboração com diferentes instituições públicas e companhias aéreas ajudarão a desenvolver o tráfego aéreo neste estado", disse Yus, citado em comunicado.

A Aena administra 46 aeroportos e dois heliportos na Espanha, também opera terminais no Reino Unido, México, Colômbia e Jamaica, além de prestar serviços de consultoria para clientes estratégicos como a Empresa Cubana de Aeroportos e Serviços Aeronáuticos. EFE

ass/phg