EFEMadri

Uma exposição foi inaugurada nesta terça-feira em Madri para lembrar os 25 anos da morte de Ayrton Senna - que serão completados no dia 1º de maio -, com 25 imagens inéditas do tricampeão mundial de Fórmula 1.

A mostra acontece na Casa Brasil e vai até o dia 12 do próximo mês.

Hoje, ainda, foi lançado o livro "Senna, historias desconocidas, 25 años más tarde", da editora Motorpress Ibérica e de autoria do jornalista brasileiro Lemyr Martins e do jornalista espanhol José María Rubio, ambos especializados na cobertura de automobilismo.

A obra, que estará a venda na Espanha a partir de amanhã - não há informação sobre a comercialização no Brasil -, traz lembranças e histórias do brasileiro, além de entrevistas a amigos, adversários na pista, familiares, que tentam reconstruir a figura de Senna.

Além disso, a publicação apresenta 100 imagens inéditas do tricampeão mundial, sendo que um quarto delas compõem a exposição inaugurada na capital espanhola. Rubio garante que o objetivo do livro é apresentar aspectos pouco explorados sobre o brasileiro.

"Os mais jovens viram vídeos, mas, pode ser que desconheçam detalhes de sua personalidade, de seu magnetismo com os torcedores, com a imprensa, todo mundo. Ele era muito especial. Tudo em torno dele era como uma religião. Era muito religioso, ao mesmo tempo, um líder que todos seguiam. Um personagem diferente, disse o espanhol.