EFEAssunção

Agentes da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) apreenderam nesta sexta-feira 41 toneladas de maconha, durante três operações realizadas simultaneamente na zona rural do departamento de Canindeyú, no norte do país e que faz fronteira com o Brasil.

As incursões aconteceram na localidade de Maracaná, de acordo com as informações divulgadas pela própria Senad.

No primeiro local alvo da operação, os agentes localizaram quase 9 toneladas de maconha picada e 500 quilos da droga já prensado, segundo indica comunicado emitido pelo órgão federal.

Em outra das três batidas simultâneas, a descoberta foi maior, com 29,6 toneladas de erva picada e 1,75 tonelada já prensada.

Por último, os efetivos da Senad foram até uma fazenda, onde encontraram mais 620 quilos de maconha picada.

O total das apreensões realizadas nestas operações foi de 41,43 toneladas da droga, conforme indicou a Senad, por comunicado. O valor estimado do material apreendido seria de US$ 1,2 milhões (R$ 6,4 milhões).

As ações dos agentes não renderam nenhuma prisão, já que os locais onde aconteceram as operações teriam sido alertados diante da chegada dos efetivos.

As investigações sobre toda a origem e a responsabilidade da droga apreendida seguirão acontecendo, segundo informações divulgadas pela Senad.