EFESão Paulo

O Santander Asset Management Brasil (SAM), gestora de ativos do Banco Santander, informou nesta segunda-feira que levantou R$ 389 milhões para a captação da terceira distribuição pública de cotas do fundo imobiliário Santander Renda de Aluguéis (SARE11).

O valor representa 108% da oferta-base, o que representa a adição de "mais de quatro mil novos cotistas à base do fundo", de acordo com um comunicado da instituição.

O fundo acumula mais de US$ 925 milhões em patrimônio líquido, com "mais de dez mil cotistas" e uma expectativa de dividendos de "7% a 7,5% anuais líquidos".

Em dezembro do ano passado, SARE11 adquiriu parte do edifício WT Morumbi, em São Paulo, em uma operação que chegou a aproximadamente R$ 765 milhões por 35.110 metros quadrados de área bruta locável.

O imóvel passou a integrar o catálogo do fundo, no qual já figuravam o Edifício Work Bela Cintra e o Galpão Barueri.

Desta forma, o Santander Asset Management Brasil alcançou a marca de R$ 1,2 bilhão em ativos sob a gestão de fundos imobiliários, tanto no Santander Renda de Aluguéis (SARE11) como no Santander Papeis Imobiliarios (SADI11).