EFEWashington

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, inicia no próximo domingo sua primeira viagem à América do Sul, passando por Brasil, Argentina, Chile e Colômbia.

As informações foram confirmadas nesta quinta-feira pelo Pentágono, que não informou se Mattis será recebido pelos chefes de Estado dos países ou ministros durante a viagem.

O principal objetivo da visita é reforçar as relações entre os EUA e os quatro países para continuar garantindo a segurança da região, afirmou um funcionário do governo que pediu anonimato. A crescente influência da China também está na pauta.

"Vamos ouvir quais são suas principais preocupações", disse o representante do governo americano.

A primeira parada de Mattis é no Brasil. O secretário visitará tanto Brasília como o Rio de Janeiro e deve se reunir com diferentes representantes do alto escalão das Forças Armadas e do governo federal, explicou o Departamento de Defesa em comunicado.

Na sequência, na terça-feira, Mattis parte para Buenos Aires, onde também se encontrará com militares. A terceira escala da viagem será Santiago, no dia seguinte. Por fim, o secretário de Defesa viaja para Bogotá, retornando a Washington na sexta-feira.

Além de temas de segurança, segundo o Pentágono, Mattis discutirá com os representantes dos governos da região assuntos relacionados com ajuda humanitária e desenvolvimento tecnológico.