A Energía del Pacífico fecha financiamento para o maior investimento estrangeiro direto de todos os tempos em El Salvador

PR Newswire

SÃO SALVADOR, El Salvador, 23 de dezembro de 2019

O principal projeto de infraestrutura de gás natural liquefeito (GNL) atenderá 30% da demanda de energia de El Salvador

Melhoria significativa do meio ambiente de El Salvador pela geração de nova energia limpa e dependência reduzida de óleo combustível pesado

A geração confiável de energia impulsionará o crescimento econômico, fomentará novas oportunidades para a população de El Salvador e contribuirá com a estabilidade da região

SÃO SALVADOR, El Salvador, 23 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- A Energía del Pacífico (EDP) anunciou hoje a conclusão do financiamento do projeto de gás natural liquefeito (GNL) como energia atualmente em construção no porto de Acajutla, El Salvador. O transformador projeto de infraestrutura traz aproximadamente US$ 1 bilhão em investimentos estrangeiros diretos para a nação da América Central, tornando-o o maior investimento privado já feito no país.

O projeto é formado por uma usina a gás natural de 378 MW, uma unidade de regaseificação flutuante de armazenamento (FSRU) e uma linha de transmissão elétrica de aproximadamente 44 km, que se conectará ao sistema de interconexão elétrica da América Central, fortalecendo a rede elétrica do país. O projeto está programado para entrar em funcionamento até o final de 2021.

A EDP apresentará uma nova fonte de geração térmica a El Salvador, por meio de contratos de compra de energia com sete empresas de distribuição do país. O uso de gás natural da usina reduzirá a quantidade de diesel importado e a geração de óleo combustível pesado na mistura de eletricidade de El Salvador, resultando em benefícios ambientais significativos para o país e a região.

Com sede nos EUA, a Invenergy, que é líder mundial em desenvolvimento e operadora privada de soluções de energia sustentável, desenvolveu a EDP em parceria com o Grupo Calleja, a VC Energy de Centroamerica e a Quantum Energy, todos com sede em El Salvador.

"A Energía del Pacífico é um projeto transformacional para El Salvador e toda a região: um exemplo brilhante da imensa oportunidade que pode ser criada, apesar dos obstáculos anteriores, quando as iniciativas privadas conseguem forte apoio do governo", disse Michael Polsky, fundador e diretor executivo da Invenergy. "Aproveitando nossas décadas de experiência em desenvolvimento, engenharia, finanças, construção e operações, a Invenergy está em posição única para liderar essa parceria e executar esse complexo projeto".

A EDP e a Shell assinaram um contrato de longo prazo para o fornecimento de GNL para o projeto. Em parceria com o grupo BW LNG e a BW Offshore, o GNL será convertido em gás natural em uma FSRU, que estará permanentemente ancorada no exterior. A Saam Towage fornecerá ao projeto serviços de suporte a reboques. O GNL entregue ao FSRU será regaseificado e transportado da FSRU para a usina por um oleoduto submarino, a ser projetado e construído pela empreiteira de infraestrutura marítima Boskalis.

Os motores de combustão interna da Wärtsilä, movidos a gás natural e a um gerador de turbina a vapor, gerarão energia limpa e confiável. A Elecnor projetará e construirá a linha de transmissão de circuito duplo de 230 kV e as subestações associadas. 

As principais instituições financeiras globais Overseas Private Investment Corporation, International Finance Corporation, BID Invest, Finnish Export Credit Ltd e KfW IPEX-Bank são os credores do projeto. A White &Case foi a consultora das transações, a Arias foi a consultora jurídica salvadorenha, e a Astris Finance foi a consultora financeira da EDP.

O embaixador dos EUA em El Salvador Ronald Johnson disse: "O projeto Energía del Pacífico representa um investimento significativo no futuro energético de El Salvador. Com a Invenergy sendo a parceira líder e o financiamento da OPIC, a EDP é o tipo de investimento em infraestrutura impulsionado pelo setor privado que a iniciativa America Crece, dos Estados Unidos, promoverá em toda a região".

Serão criados oitenta empregos permanentes de período integral e alta qualidade para operar e manter a usina, a FSRU e a infraestrutura que a acompanha. A EDP precisará de mais de 1.000 trabalhadores para construir o projeto.

Contribuirá com milhões de dólares para projetos econômicos e sociais em Acajutla e a região no decorrer do projeto. Como parte do seu compromisso social, a EDP já forneceu eletricidade pela primeira vez a fazendas e famílias de El Salvador e atualizou a escola de Acajutla, além de melhorar a infraestrutura de estradas, esgotos e água.

Sobre a Invenergy

A Invenergy é um empresa inovadora construindo um mundo sustentável. Com suas empresas afiliadas desenvolvem, são proprietárias e operam instalações sustentáveis de geração e armazenamento de energia em grande escala nas Américas, na Europa e Ásia. O escritório central da Invenergy fica em Chicago e tem filiais de desenvolvimento regional nos Estados Unidos, no Canadá, México, na Colômbia, no Japão, na Polônia e Escócia. A Invenergy desenvolveu com êxito mais de 24.000 MW em projetos que estão em funcionamento, construção ou contratados, incluindo instalações de geração de energia eólica, solar e gás natural, além de projetos avançados de armazenamento de energia. Para obter mais informações, visite o site www.invenergyllc.com.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1058658/EDP.jpg
Logo - https://mma.prnewswire.com/media/530142/Invenergy_Logo.jpg

FONTE Invenergy