Pesquisadores do Dakila Pesquisas são condecorados após estudos científicos sobre formato da Terra

São Paulo, Dec. 21, 2018 (GLOBE NEWSWIRE) -- A associação brasileira Dakila Pesquisas, representada pelo seu presidente Urandir Fernandes de Oliveira, recebeu, em outubro, moção de congratulação da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul (MS) em reconhecimento à importância dos estudos científicos realizados em diversas áreas do conhecimento, como matemática, física, física quântica, astronomia e geografia. Dentre as pesquisas, destacam-se descobertas recentes sobre o formato da Terra, apontando que ela não é esférica e sim plana nas águas e convexa nos continentes.

Pelas mesmas razões, os pesquisadores do Dakila receberam, em junho, da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz, na Câmara Municipal de São Paulo (SP), a Medalha de Mérito Cabo Carlos Adalberto Ilha De Macedo “Heróis da Guerra dos Seis Dias”.

Segundo Urandir, as comendas recebidas representam uma vitória. “O intuito dos nossos estudos foi investigar as inconsistências apresentadas pela ciência em relação ao formato da Terra e os resultados derrubaram a tese de que ela é esférica”, afirma Oliveira.

O Dakila Pesquisas se destacou mundialmente após o lançamento do longa-metragem Terra Convexa: O Documentário, disponível no site terraconvexa.com.br em 13 idiomas. 

A obra cinematográfica apresenta os estudos que comprovam a convexidade da Terra. Eles foram feitos ao longo de sete anos em diferentes pontos no mundo, e contaram com o acompanhamento de instituições governamentais e de profissionais de vários segmentos do Brasil e de outros países, como astrônomos, cartógrafos, geólogos, topógrafos e engenheiros civis.

Utilizando equipamentos de última geração, foram realizados sete experimentos científicos: geodésico, que consiste em medir dois prédios com ampla distância, tendo como referência o nível do mar; experimento a laser para verificar a planicidade das águas; nivelamento das águas; distorções óticas relacionadas a processos reflexivos; experimento de barcos na linha do horizonte; experimentos da gravidade e dos corpos celestes.

Atualmente, os pesquisadores do Dakila estão investigando as inconsistências apresentadas pela ciência com relação ao Sol e a Lua.

http://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/ffd77713-6ad5-45c0-b51b-3e6f951a1821

Camila Cortez (camila@supremaintegrada.com.br)