Pew financia pesquisa biomédica para 10 cientistas latino-americanos

PR Newswire

FILADÉLFIA, 14 de junho de 2019

FILADÉLFIA, 14 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- A Pew Charitable Trusts anunciou hoje os membros da turma de 2019 do Programa de Bolsas Pew em Ciências Biomédicas para a América Latina.

Os 10 bolsistas de pós-doutorado são oriundos de seis países da América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e México. Eles receberão apoio financeiro durante dois anos para conduzir suas pesquisas em laboratórios dos EUA, onde trabalharão sob a orientação de pesquisadores eminentes em Ciências Biomédicas, inclusive ex-alunos do Programa Pew Scholars para Ciências Biomédicas.

"A exploração e a descoberta científica devem ser objetivos globais", declara Rebecca W. Rimel, presidente e CEO da Pew. "A Pew tem o prazer de apoiar bolsistas excepcionais da América Latina, que estão dedicados a avançar a pesquisa biomédica e expandir o conhecimento científico em seus países de origem."

Algumas das áreas de pesquisa da turma de 2019 incluem como as células imunológicas do intestino distinguem micróbios infecciosos de bactérias saudáveis, como o cérebro interpreta e reage apropriadamente ao som e as estratégias moleculares que bactérias infecciosas empregam para invadir plantas hospedeiras. Os bolsistas que optarem por retornar à América Latina para criar seus próprios laboratórios de pesquisa receberão fundos adicionais da Pew. Aproximadamente 70% dos participantes seguiram esse rumo, e muitos agora estão desenvolvendo pesquisas inovadoras por toda a região.

"Os bolsistas da turma de 2019 são pesquisadores promissores, dedicados e apaixonados, com a capacidade de trilhar novos caminhos científicos na América Latina", comenta Eva Nogales, Ph.D., professora do Departamento de Bioquímica, Biofísica e Biologia Molecular da University of California, Berkeley e presidente do comitê consultivo nacional do programa da Pew. "Estou ansiosa para ver aonde eles poderão chegar com essas pesquisas inovadoras."

Estes são os bolsistas latino-americanos da Pew para 2019, com seus respectivos mentores nos Estados Unidos: 

Daniel Almeida-Filho, Ph.D.
Laboratório de Alcino J. Silva, Ph.D.
University of California, Los Angeles   
O Dr. Almeida-Filho pesquisará como as informações navegacionais são codificadas em regiões do cérebro associadas à memória espacial.

Maria Cecília Campos Canesso, Ph.D.
Laboratório de Gabriel D. Victora, Ph.D., bolsista da Pew-Stewart em 2019
The Rockefeller University  
A Dra. Campos Canesso investigará como as células do sistema imunológico no intestino decidem promover a tolerância ou iniciar uma resposta inflamatória.

José Duhart, Ph.D.
Laboratório de Kyunghee Koh, Ph.D.
Thomas Jefferson University
O Dr. Duhart pesquisará as regiões do cérebro dos animais que ajudam a equilibrar o comportamento reprodutivo e o sono.

María Florencia Ercoli, Ph.D.
Laboratório de Pamela C. Ronald, Ph.D.
University of California, Davis
A Dra. Ercoli investigará as estratégias moleculares que bactérias infecciosas empregam para invadir plantas.

Carmen Hernández Candia, Ph.D.
Laboratório de Chandra Tucker, Ph.D.
University of Colorado, Denver
A Dra. Hernández Candia pesquisará como a formação de diferentes tipos de agregados celulares influencia a atividade proteica.

Esteban Orellana Vinueza, Ph.D.
Laboratório de Richard I. Gregory, Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2008
Boston Children's Hospital
O Dr. Orellana Vinueza investigará se alterações na modificação química de moléculas de RNA influenciam o desenvolvimento de câncer nos humanos.

Fausto Andrés Ortiz-Morea, Ph.D.
Laboratório de Libo Shan, Ph.D.
Texas A&M University
O Dr. Ortiz-Morea pesquisará como as plantas integram e executam uma resposta imunológica conta patógenos invasores.

Izabella A. Pena, Ph.D.
Laboratório de David M. Sabatini, M.D., Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2003
Whitehead Institute for Biomedical Research
A Dra. Pena pesquisará como as células ajustam seu crescimento, metabolismo e proliferação com base na disponibilidade de nutrientes.

Bernardo Pinto, Ph.D.
Laboratório de Francisco Bezanilla, Ph.D.
University of Chicago
O Dr. Pinto investigará como as células nervosas produzem as proteínas necessárias para permitir a atividade elétrica e a emissão de sinais químicos em seus axônios.

Lucas Vattino, Ph.D.
Laboratório de Anne E. Takesian, Ph.D.
Massachusetts Eye and Ear e Harvard Medical School 
O Dr. Vattino pesquisará o circuito neural que permite ao cérebro interpretar e reagir apropriadamente ao som.

A Pew Charitable Trusts é impulsionada pelo uso do conhecimento na resolução dos problemas mais desafiadores da atualidade. Saiba mais em pewtrusts.org.

Erin Davis, 202-540-6677, edavis@pewtrusts.org 

FONTE The Pew Charitable Trusts