Pew financia pesquisa biomédica para 10 cientistas latino-americanos

/* Style Definitions */

span.prnews_span

{

font-size:8pt;

font-family:"Arial";

color:black;

}

a.prnews_a

{

color:blue;

}

li.prnews_li

{

font-size:8pt;

font-family:"Arial";

color:black;

}

p.prnews_p

{

font-size:0.62em;

font-family:"Arial";

color:black;

margin:0in;

}

Pew financia pesquisa biomédica para 10 cientistas latino-americanosPR NewswireFILADÉLFIA, 14 de junho de 2019FILADÉLFIA, 14 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- A Pew Charitable Trusts anunciou hoje os membros da turma de 2019 do Programa de Bolsas Pew em Ciências Biomédicas para a América Latina. Os 10 bolsistas de pós-doutorado são oriundos de seis países da América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e México. Eles receberão apoio financeiro durante dois anos para conduzir suas pesquisas em laboratórios dos EUA, onde trabalharão sob a orientação de pesquisadores eminentes em Ciências Biomédicas, inclusive ex-alunos do Programa Pew Scholars para Ciências Biomédicas."A exploração e a descoberta científica devem ser objetivos globais", declara Rebecca W. Rimel, presidente e CEO da Pew. "A Pew tem o prazer de apoiar bolsistas excepcionais da América Latina, que estão dedicados a avançar a pesquisa biomédica e expandir o conhecimento científico em seus países de origem."Algumas das áreas de pesquisa da turma de 2019 incluem como as células imunológicas do intestino distinguem micróbios infecciosos de bactérias saudáveis, como o cérebro interpreta e reage apropriadamente ao som e as estratégias moleculares que bactérias infecciosas empregam para invadir plantas hospedeiras. Os bolsistas que optarem por retornar à América Latina para criar seus próprios laboratórios de pesquisa receberão fundos adicionais da Pew. Aproximadamente 70% dos participantes seguiram esse rumo, e muitos agora estão desenvolvendo pesquisas inovadoras por toda a região. "Os bolsistas da turma de 2019 são pesquisadores promissores, dedicados e apaixonados, com a capacidade de trilhar novos caminhos científicos na América Latina", comenta Eva Nogales, Ph.D., professora do Departamento de Bioquímica, Biofísica e Biologia Molecular da University of California, Berkeley e presidente do comitê consultivo nacional do programa da Pew. "Estou ansiosa para ver aonde eles poderão chegar com essas pesquisas inovadoras."Estes são os bolsistas latino-americanos da Pew para 2019, com seus respectivos mentores nos Estados Unidos:  Daniel Almeida-Filho, Ph.D. Laboratório de Alcino J. Silva, Ph.D. University of California, Los Angeles    O Dr. Almeida-Filho pesquisará como as informações navegacionais são codificadas em regiões do cérebro associadas à memória espacial.Maria Cecília Campos Canesso, Ph.D. Laboratório de Gabriel D. Victora, Ph.D., bolsista da Pew-Stewart em 2019 The Rockefeller University   A Dra. Campos Canesso investigará como as células do sistema imunológico no intestino decidem promover a tolerância ou iniciar uma resposta inflamatória.José Duhart, Ph.D. Laboratório de Kyunghee Koh, Ph.D. Thomas Jefferson UniversityO Dr. Duhart pesquisará as regiões do cérebro dos animais que ajudam a equilibrar o comportamento reprodutivo e o sono.María Florencia Ercoli, Ph.D. Laboratório de Pamela C. Ronald, Ph.D. University of California, DavisA Dra. Ercoli investigará as estratégias moleculares que bactérias infecciosas empregam para invadir plantas.Carmen Hernández Candia, Ph.D. Laboratório de Chandra Tucker, Ph.D. University of Colorado, DenverA Dra. Hernández Candia pesquisará como a formação de diferentes tipos de agregados celulares influencia a atividade proteica.Esteban Orellana Vinueza, Ph.D. Laboratório de Richard I. Gregory, Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2008 Boston Children's Hospital O Dr. Orellana Vinueza investigará se alterações na modificação química de moléculas de RNA influenciam o desenvolvimento de câncer nos humanos.Fausto Andrés Ortiz-Morea, Ph.D. Laboratório de Libo Shan, Ph.D. Texas A&M UniversityO Dr. Ortiz-Morea pesquisará como as plantas integram e executam uma resposta imunológica conta patógenos invasores.Izabella A. Pena, Ph.D. Laboratório de David M. Sabatini, M.D., Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2003 Whitehead Institute for Biomedical Research A Dra. Pena pesquisará como as células ajustam seu crescimento, metabolismo e proliferação com base na disponibilidade de nutrientes.Bernardo Pinto, Ph.D. Laboratório de Francisco Bezanilla, Ph.D. University of ChicagoO Dr. Pinto investigará como as células nervosas produzem as proteínas necessárias para permitir a atividade elétrica e a emissão de sinais químicos em seus axônios.Lucas Vattino, Ph.D. Laboratório de Anne E. Takesian, Ph.D. Massachusetts Eye and Ear e Harvard Medical School  O Dr. Vattino pesquisará o circuito neural que permite ao cérebro interpretar e reagir apropriadamente ao som. A Pew Charitable Trusts é impulsionada pelo uso do conhecimento na resolução dos problemas mais desafiadores da atualidade. Saiba mais em pewtrusts.org.Erin Davis, 202-540-6677, edavis@pewtrusts.org FONTE The Pew Charitable Trusts