EFEBruxelas

A Casa do Porco, restaurante dos chefs Jefferson e Janaína Rueda, foi eleito nesta terça-feira o 17º melhor do mundo no prestigiado ranking "The World's 50 Best Restaurants", divulgado na Antuérpia, na Bélgica, sendo o representante do Brasil com maior destaque na lista.

Quatro restaurantes brasileiros aparecem na relação ampliada com os 100 melhores: A Casa do Porco (17º) e D.O.M. (61º), ambos em São Paulo, e Oteque (67º) e Lasai (85º), os dois no Rio de Janeiro.

"A Casa do Porco é uma celebração da carne de porco em diversas formas. Em uma fazendo na sua cidade natal de São José do Rio Pardo (SP), Jefferson Rueda cria porcos locais com uma dieta natural de soro de leite e vegetais", descreve o site da premiação.

O texto cita que, "após o abate no seu próprio matadouro, o chef utiliza cada parte do animal em pratos inventivos, como sushi de papada de porco e salsicha de sangue caseira".

"O ambiente é mais divertido do que um jantar fino, com uma sala principal decorada com porcos em miniatura, decoração colorida e objetos interessantes das viagens do chef", conclui o site.

A edição deste ano da premiação, conhecida como o "Oscar da gastronomia", elegeu como o melhor restaurante do mundo o dinamarquês Noma, seguido por outro representante da Dinamarca, Geranium, ambos localizados em Copenhague. O espanhol Asador Etxebarri completou o pódio com a terceira posição.

Entre os latino-americanos, os restaurantes mais bem colocados nesta edição foram os peruanos Central (4º) e Maidó (7º); ambos em Lima, seguidos pelo mexicano Pujol (9º), na Cidade do México; e o argentino Don Julio (13º), em Buenos Aires. EFE