EFEMadri

A Amazon proibirá a venda de determinados produtos de plástico de uso único (descartáveis) e os fabricados com plástico oxodegradável no Reino Unido, na União Europeia e na Turquia a partir do dia 21 de dezembro deste ano.

Todos os parceiros comerciais da empresa estarão sujeitos a esta política, que será aplicada a todas as vendas, incluindo as da própria Amazon, de acordo com um comunicado interno que a empresa enviou aos fornecedores e vendedores.

A medida afetará produtos plásticos de uso único e, entre outros, aqueles feitos de plásticos biodegradáveis, incluindo cotonetes, talheres, pratos, agitadores de bebidas e bastões usados para o suporte de balões.

Também serão proibidos recipientes para alimentos e bebidas feitos de poliestireno expandido, incluindo tampas, copos e canecas.

Caso algum fornecedor armazene qualquer um dos produtos em questão em um centro logístico da Amazon, "poderá vender o estoque até 20 de dezembro de 2020 ou solicitar que seja enviado para um local de sua escolha sem custo", uma vez que a empresa "não cobrará nenhuma taxa de reposição de estoque".