EFEBerlim

Única equipe ainda invicta no Campeonato Alemão, neste fim de semana, o Borussia Dortmund sofreu na última terça-feira a primeira derrota na temporada, para o Atlético de Madrid, pela Liga dos Campeões, mas não tem muito tempo para lamentar, já que no próximo sábado disputará clássico contra o Bayern de Munique, no estádio Signal Iduna Park, pela 11ª rodada da Bundesliga.

Até o meio de semana, o Dortmund tinha disputado 15 partidas oficiais na temporada, com 12 vitórias e três empates. Entretanto, na visita ao estádio Wanda Metropolitano, perdeu para o Atlético por 2 a 0 e desperdiçou a chance de se classificar para as oitavas de final da Liga dos Campeões com duas rodadas de antecipação.

Já o Bayern bateu o AEK Atenas na Allianz Arena por 2 a 0 e ficou a um empate da vaga entre os 16 melhores da competição continental, da qual é pentacampeão.

No Alemão, os 'Aurinegros' lideram com 24 pontos, quatro a mais que o adversário do fim de semana, que ocupa a terceira posição. Entre os dois rivais aparece o Borussia Mönchengladbach, que também tem 20 pontos e supera o Bayern no saldo de gols.

Embora os dois times façam um começo de temporada parecido e o Bayern venha de seis títulos consecutivos, o presidente do clube bávaro, Uli Hoeness, jogou o favoritismo no clássico para o Dortmund.

"Temos que fazer um bom jogo e ver o que é possível. Não se pode ir a Dortmund e dizer que só vale ganhar. Não vamos a Dortmund como favoritos, pela primeira vez em muito tempo", opinou o dirigente.

As duas equipes entrarão em campo desfalcadas. O técnico dos donos da casa, Lucien Favre, não pode contar com o com o lateral-esquerdo Schmelzer, o volante Rode nem o meia-atacante Isak, enquanto Niko Kovac terá de prescindir do volante Tolisso, do meia Thiago e do atacante Coman.

Na tentativa de se manter na briga entre os dois gigantes, o Gladbach também não terá vida fácil. Também no sábado, o time do atacante Raffael visitará o Werder Bremen, sexto colocado.

Quem fecha o G4, zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões, é o RB Leipzig, quarto colocado, com 19 pontos. No domingo, a equipe do leste alemão jogará na Red Bull Arena contra o Bayer Leverkusen, dos brasileiros Wendell e Paulinho, que tenta deixar as últimas posições. No momento, a equipe vem apenas em 13º lugar, com 11 pontos.