EFERoma

O artista britânico Banksy realizou uma representação artística em Veneza, na Itália, ao se fazer passar por um pintor e montar um painel com várias pinturas que formam a imagem de um enorme cruzeiro que chegava à cidade dos canais.

O misterioso artista britânico aparece no vídeo que ele mesmo publicou, disfarçado com um chapéu e um cachecol que cobre seu rosto, montando seu ponto de venda de quadros nas ruas venezianas.

Depois de colocar vários quadros, as telas formam a imagem de um enorme cruzeiro em frente a Veneza, e o artista se senta para ler um jornal à espera de possíveis clientes.

A representação parece apoiar a denúncia feita há anos pelas associações de moradores e de ambientalistas que lutam para evitar que as enormes embarcações cheguem à cidade.

A polícia municipal pede, no final do vídeo, que Banksy retire sua "barraquinha" por não ter licença, e o misterioso pintor vai embora com suas pinturas.

O vídeo teria sido gravado coincidindo com os primeiros dias da Bienal de Arte de Veneza e, na mensagem que acompanha a publicação nas redes sociais, o artista também lamenta que "apesar de ser o mais prestigiado evento (de arte) do mundo", por alguma razão ninguém o convidou.