EFESão Paulo

A Bolívia fez nesta quinta-feira um treino de reconhecimento do gramado do Morumbi, palco do duelo de amanhã contra o Brasil, pela estreia das seleções na Copa América.

Nos 15 minutos em que a atividade foi aberta aos jornalistas, os comandados de Eduardo Villegas correram em volta do campo e depois participaram de um bobinho.

Villegas tem pelo menos três dúvidas para montar a equipe titular que enfrentará o Brasil. Erwin Saavedra não foi confirmado pelo técnico, que vem testando Leonardo Vaca na posição.

Outra vaga no time que entrará em campo é disputada por Alejandro Chumacero e Roberto Carlos Fernández, que parece levar a melhor na disputa com o experiente jogador, conhecido por uma breve passagem pelo Sport.

Já Fernando Saucedo, que não começou jogando o último amistoso da Bolívia antes da Copa América, contra a França, ganhou espaço com Villegas e deve substituir Samuel Galindo.

"Está tudo definido, mas só vou divulgar amanhã", disse o técnico em entrevista coletiva posterior ao treino.

Villegas também falou sobre o que espera da seleção brasileira, modificada após o corte do atacante Neymar. O comandante da Bolívia elogiou David Neres, Roberto Firmino e Richarlison por serem bastante rápidos e prometeu que marcará os atacantes de perto.

"Temos que estar muito concentrados e não presenteá-los nem com um metro (de espaço). Vejo um Brasil mais compacto e mais coletivo com a saída de Neymar", analisou Villegas.

O técnico da Bolívia ainda ressaltou que, apesar do favoritismo do Brasil, nenhuma equipe é invulnerável e que seu time tem chances de sair com os três pontos do duelo no Morumbi.

"Nenhuma equipe é invencível. Isso está claro e foi mostrado em várias partes do mundo. O Brasil tem setores que podemos neutralizar. Nossa aposta será em defender e defender bem", afirmou.

A Bolívia fez grande parte da preparação para a Copa América no centro de treinamento do São Paulo na cidade de Cotia, na região metropolitana da capital paulista. Depois, usou as instalações do Tricolor na Barra Funda.

As duas seleções estão no grupo A da Copa América. No outro jogo da chave, no sábado, Venezuela e Peru se enfrentam na Arena Grêmio, em Porto Alegre.