EFERedação Central

Apenas cinco dias depois de Lewis Hamilton ter vencido o Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1, os pilotos voltaram à pista do circuito de Silverstone nesta sexta-feira para o primeiro treino livre do GP do 70º Aniversário, e novamente a primeira posição foi da Mercedes, desta vez com o finlandês Valtteri Bottas.

Com o calendário reformulado devido à pandemia da Covid-19, a organização do Mundial optou por fazer duas corridas seguidas no Reino Unido, mas com nomes diferentes. O mesmo já havia acontecido em Spielberg, que recebeu o GP da Áustria e o da Estíria, os dois primeiros desta temporada.

Na primeira sessão desta semana, Bottas marcou o tempo de 1min26s166 e superou Hamilton em 0s138, deixando o britânico na segunda posição. O piloto da casa lidera o campeonato com 88 pontos, 30 a mais que o finlandês, vice-líder.

A terceira posição do treino ficou com o holandês Max Verstappen, da Red Bull, e o quarto lugar foi para Nico Hulkenberg. Pela segunda semana seguida, o alemão substitui na Racing Point o mexicano Sergio Pérez, infectado pelo novo coronavírus.

Mal na temporada, a Ferrari conseguiu se colocar apenas em quinto, com o monegasco Charles Leclerc, e em sétimo, com o alemão Sebastian Vettel. Entre os dois, aparece o tailandês Alexander Albon, da Red Bull, em sexto.

Completaram o top 10, da oitava à décima colocações, nessa ordem, o canadense Lance Stroll (Racing Point), o russo Daniil Kvyat (AlphaTauri) e o francês Esteban Ocon (Renault).