EFELos Angeles (EUA)

A Califórnia se tornou nesta sexta-feira o primeiro estado nos Estados Unidos a exigir a vacina contra a Covid-19 para estudantes de 12 anos ou mais.

O governador Gavin Newsom fez o anúncio em entrevista coletiva na qual explicou que a exigência depende da aprovação final do imunizante para essa faixa etária pelo governo federal. A ordem entraria em vigor para os estudantes depois do aval da vacinação por parte da Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA), que até agora aprovou o uso emergencial para pessoas de pelo menos 12 anos.

"Assim que a aprovação final vier para qualquer pessoa com 12 anos ou mais, a Califórnia exigirá vacinações para estudantes a partir da sétima série", destacou Newsom, que prometeu um esforço maior para que o contágio no estado seja o mínimo possível.

O político democrata disse que a Califórnia também exigirá a vacina para crianças no jardim de infância até a sexta série assim que a FDA tenha dado aval.

Quando a ordem entrar em vigor, os alunos não poderão assistir pessoalmente às aulas sem serem vacinadas, como acontece com qualquer outra vacina infantil necessária. Newsom esclareceu que isenções médicas e religiosas estão disponíveis.

Os alunos não vacinados contra a Covid-19 terão a opção de se matricular em uma escola totalmente on-line, participar de programas de estudo independentes ou serem educadas em casa.

Pelo menos 78,5% dos californianos elegíveis para a vacina foram imunizados até agora, de acordo com os números do departamento de saúde estadual. EFE