EFEMadri

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quinta-feira a assinatura de um Memorando de Entendimento com a Pfizer e a BioNTech para que estas empresas doem doses de vacina contra a Covid-19 aos participantes dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio.

Este acordo faz parte dos planos do organismo "para garantir a segurança dos Jogos de Tóquio 2020", segundo afirmou em comunicado.

Os Comitês Olímpico e Paraolímpico Internacionais estão trabalhando com os comitês nacionais "para encorajar e ajudar seus atletas, funcionários e outros participantes dos Jogos que residem em seus territórios a serem vacinados nos seus países de origem, de acordo com as diretrizes nacionais de imunização, antes de irem para o Japão".

"Isto não é apenas para contribuir para o ambiente seguro dos Jogos, mas também por respeito aos moradores do Japão", destacou a nota.

"É importante notar que as doses adicionais entregues pela Pfizer e BioNTech não serão retiradas dos programas existentes, mas serão uma adição às cotas existentes e entregas planejadas em nível mundial", explicou a nota do COI.

Segundo disse o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, ao se imunizar, os atletas e outros participantes das Olimpíadas "podem enviar uma poderosa mensagem de que a vacinação não é apenas uma questão de saúde pessoal, mas também de solidariedade e de consideração pelo bem-estar dos outros em suas comunidades".