EFELeón (Espanha)

Campeão pan-americano no arremesso de peso, Darlan Romani garantiu, em entrevista exclusiva à Agência Efe, que chegará no auge ao Campeonato Mundial de Atletismo, que acontecerá em Doha, no Catar, a partir da próxima sexta-feira.

"Talvez, eu esteja em um dos melhores momentos da minha forma possível", avaliou o brasileiro, atual vice-líder do ranking mundial da modalidade, atrás do neozelandês Tom Walsh.

O catarinense, que venceu neste ano os Jogos Pan-Americanos e o Campeonato Sul-Americano, ambos realizados em Lima, no Peru, além de ter conquistado a Copa Continental, em 2018, admitiu que o retrospecto não pode ser levado em uma grande competição.

"É preciso estar na melhor forma possível, mas também no dia certo. Qualquer erro te faz pagar caro", disse.

Romani, de 28 anos, vem de um 15º lugar no Campeonato Mundial disputado quatro anos atrás, em Pequim, na China, e do quinto posto nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Nos últimos dias, o arremessador viajou para a Espanha, onde treinou na cidade de León.

"Depois de estar aqui uma primeira vez, vimos que é um centro preparado perfeitamente para se conseguir ficar pronto para um grande evento, como é o Mundial", disse, em referência ao Centro Alto Rendimiento Deportivo, localizado na comunidade de Castilla y León.

Nesta temporada, a melhor marca de Romani é de 22m61, também o arremesso mais longo da carreira, obtido no Meeting de Atletismo de Eugene, nos Estados Unidos, em junho. No Pan, o brasileiro conseguiu 22s07.

Questionado se já está se preparando para a disputa dos Jogos Olímpicos, que acontecerão no ano que vem em Tóquio, no Japão, Romani garantiu que o foco sempre está voltado para o próximo evento no calendário.

"Falta muito tempo, e procuramos olhar para cada competição, para tentar conseguir o melhor resultado, sem pensar no que virá no futuro", explicou.

O Campeonato Mundial de Atletismo começará no dia 27 de setembro, em Doha, mas Romani entrará em campo apenas no dia 3 de outubro, para a disputa das eliminatórias. Caso obtenha classificação, lutará por medalha dois dias depois.