EFEWellington (EUA)

A equipe dos Estados Unidos, composta 100% por mulheres conquistou neste domingo a primeira etapa da América do Norte da Copa das Nações de Saltos, após uma apertada disputa com o Reino Unido, que também contou com quatro amazonas.

As britânicas subiram na segunda posição do pódio, que também contou com o México, que não repetiu o título do ano passado e terminou em terceiro lugar.

Na primeira rodada da prova, Reino Unido e Irlanda, ambas as equipes com quatro faltas, pularam na liderança, seguidos de México, EUA e Israel, que acumularam oito.

Na segunda passagem, a equipe americana saiu da pista zerada, com isso saltou para a primeira colocação.

Na sequência, Elisabeth Madden, montando Darry Lou, travou uma batalha na última rodada com a britânica Alexandra Thornton, que disputou a prova com Cornetto K. Ambas não cometeram erro, mas a amazona dos Estados Unidos levou a melhor pelo tempo.

A Copa das Nações de Saltos é organizada pela Federação Equestre Internacional (FEI) e conta com o patrocínio da Longines. A competição aconteceu na cidade de Wellington, no sul da Flórida, e é a primeira etapa da América do Norte.

A grande final, envolvendo as melhores equipes de saltadores do planeta, acontecerá em outubro deste ano, em Barcelona, na Espanha.

A prova de hoje em Wellington pode ser considerada uma prévia da disputa de saltos nos Jogos Olímpicos de Tóquio, já que os participantes contam com cavaleiros e amazonas que deverão estar na capital japonesa.

A grande novidade para esse ano na competição será a mudança de formato, que passa a ser idêntico ao dos Jogos, onde as equipes competirão com três integrantes, para reduzir o tempo da disputa.