EFEBarcelona

O ex-presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, o ex-diretor da área da presidência, Jaume Masferrer, e o atual diretor-geral do clube, Óscar Grau, foram presos nesta segunda-feira, conforme fontes judiciais confirmaram à Agência Efe.

A polícia catalã fez hoje uma busca na sede do clube, no Camp Nou, em busca de informações sobre o caso denominado "Barçagate".

Em ações prévias, os agentes encontraram indícios de um possível caso de corrupção envolvendo os suspeitos.

Esta investigação judicial, que parte de uma denúncia do grupo de opinião do Barça 'Dignitat Blaugrana', está ainda sob sigilo sumário, que foi prorrogado seis vezes pelo 13º tribunal de instrução da Audiência de Barcelona. A última prorrogação termina em 10 de março.

O "Barçagate" é o caso em que uma empresa contratada pelo clube catalão teria realizado uma campanha de difamação nas redes sociais contra pessoas e entidades opositoras ao conselho de administração de Josep Maria Bartomeu.