EFEBerlim

O ex-zagueiro Christoph Metzelder, vice-campeão mundial e europeu pela seleção da Alemanha, responderá na justiça por várias acusações relacionadas a pornografia infantil, incluindo posse e divulgação de materiais desse tipo.

O Tribunal de Düsseldorf admitiu a acusação formal apresentada pelo Ministério Público e abrirá o julgamento em 29 de abril, informaram nesta segunda-feira fontes ligadas ao processo.

As acusações contra o ex-jogador de 40 anos são de posse de material pornográfico, bem como de ter encomendado a uma pessoa próxima o fornecimento de tais publicações em 29 ocasiões.

As investigações contra Metzelder, que jogou por Borussia Dortmund, Real Madrid e Schalke 04, começaram em setembro de 2019, depois que se suspeitou que ele havia divulgado esse tipo de imagens através de aplicativos de mensagens.

Inicialmente, a identidade da pessoa sob investigação não foi revelada, até que alguns meios de comunicação - como o tabloide "Bild" - apontaram Metzelder como suspeito.

Como as suspeitas iniciais foram reforçadas, também foi divulgado que o jogador tinha confessado pelo menos parcialmente acusações relacionadas com a posse ou disseminação de pornografia infantil em interrogatórios anteriores.

O primeiro processo foi aberto em Hamburgo, mas o caso foi então retomado pelo Ministério Público em Düsseldorf, onde o ex-atleta vive.

Metzelder foi titular da Alemanha na Copa do Mundo de 2006, em que a hoje tetracampeã mundial foi anfitriã e terceira colocada. Esteve também no Mundial de 2002, em que a 'Mannschaft' perdeu para o Brasil na final, e na Eurocopa de 2008, com derrota para a Espanha na decisão.