EFESochi (Rússia)

A Alemanha, que disputa a Copa das Confederações sem suas principais estrelas, superou as duas falhas do goleiro Leno e estreou no grupo B da competição internacional nesta segunda-feira vencendo a Austrália por 3 a 2 no Estádio Olímpico Fisht, em Sochi.

O técnico Joachim Löw não levou à Rússia atletas importantes, como o goleiro Neuer, os zagueiros Hummels e Boateng, os meias Özil e Kroos e o atacante Müller e quer aproveitar para fazer testes de olho na luta pelo pentacampeonato da Copa do Mundo, no ano que vem.

Os 'Socceroos', que estão na Copa das Confederações como campeões da Copa da Ásia, também tiveram em campo um time jovem, deixando seu principal jogador, o atacante Cahill, no banco de reservas. Ele entrou na partida nos minutos finais.

A atual campeã mundial precisou de apenas quatro minutos de bola rolando para aproveitar uma falha da defesa adversária e fazer 1 a 0. Brandt foi ao fundo pela direita, invadiu a área e rolou para trás até Stindl, que emendou de primeira e superou o goleiro Ryan para fazer 1 a 0.

Os alemães eram os donos do jogo, mas desperdiçavam chances importantes. Sandro Wagner teve espaço e cabeceou à direita do alvo, aos 16 minutos, e Brandt parou em boa defesa de Ryan, em chute de fora da área, aos 27.

O domínio era tamanho que a tetracampeã do mundo relaxou, o que permitiu o crescimento dos 'Socceroos'. Aos 36 minutos, depois de cobrança de falta, Sainsbury apareceu sozinho, mas cabeceou para fora.

Quatro minutos depois, a campeã da Ásia se beneficiou do relaxamento da equipe europeia e empatou. Rogic teve espaço pelo meio, carregou e arriscou de longe. A bola desviou, e o goleiro Leno acabou aceitando.

O empate acabou sendo o banho de água fria que a Alemanha precisava para acordar. Aos 42 minutos, Goretzka recebeu na área e sofreu pênalti de Luongo. Draxler cobrou com categoria, tirando do goleiro no canto esquerdo, e fez 2 a 1.

Logo na volta do intervalo, aos dois minutos do segundo tempo, Goretzka deixou o dele. Kimmich fez boa jogada pela direita e passou para o camisa 8, que arrematou firme, no alto, para aumentar a diferença.

A Austrália não desistia e voltou a diminuir aos dez minutos, em lance com a participação do árbitro de vídeo. Em cobrança de falta perto do bico da área, Mooy carimbou a barreira. A bola voltou para Leckie, que encheu o pé. Leno deu rebote, e Juric, em condição legal no rebote, mandou para a rede.

Depois disso, o ritmo diminuiu novamente. Os dois times criaram, mas o placar ficou mesmo em 3 a 2. Aos 29 minutos, Werner, que havia entrado na vaga de Sandro Wagner, fez bonita jogada individual, bateu rasteiro e acertou a trave. Pouco depois, aos 35, Kruse finalizou de longe e deu trabalho a Leno, que, contudo, conseguiu pegar.

Com o resultado, a Alemanha assumiu o segundo lugar do grupo B da Copa das Confederações, com três pontos e saldo de gols pior que o do Chile, bicampeão da Copa América, que no domingo derrotou Camarões por 2 a 0. A Austrália é terceira colocada, à frente dos 'Leões Indomáveis', representantes da África, no mesmo critério.

Ficha técnica:.

Austrália: Ryan; Wright, Sainsbury e Degenek; Mooy, Milligan, Luongo (Kruse) e Rogic (Troisi); Leckie, Juric (Cahill) e Behich. Técnico: Ange Postecoglou.

Alemanha: Leno; Kimmich, Rüdiger, Mustafi e Hector; Rudy e Stindl (Can); Brandt (Süle), Goretzka e Draxler; Sandro Wagner (Werner). Técnico: Joachim Löw.

Árbitro: Mark Geiger (EUA), auxiliado pelo compatriota C.J. Morgante e pelo canadense Joe Fletcher.

Cartão amarelo: Sainsbury (Alemanha).

Gols: Rodic e Juric (Austrália); Stindl, Draxler e Goretzka (Alemanha).

Estádio Olímpico Fisht, em Sochi.