EFEMadri

O lateral-esquerdo brasileiro Marcelo, do Real Madrid, admitiu em audiência judicial realizada nesta terça-feira ter sonegado 490,9 mil euros (R$ 1,9 milhão) em imposto de renda, no exercício de 2013, e se comprometou a pagar o valor.

Fontes relataram à Agência Efe que o defensor esteve hoje, por cerca de dez minutos no Tribunal de Instrução Número 4, em Alcobendas, na província de Madri, para responder à denúncia apresentada pelo Ministério Público.

Após Marcelo participar da audiência, se comprometendo a pagar o que deve à Receita espanhola, a Advocacia do Estados, o Ministério Público e a defesa do jogador elaborarão um documento de conformidade sobre a resolução do caso.

O texto será apresentado ao juiz, em data previamente fixada, para realização de julgamento oral, para ser ratificado, ainda de acordo com as fontes consultadas pela Efe.

A acusação da promotoria acusou Marcelo de criar uma estrutura de empresas para ocultar os valores que recebeu a título de exploração dos direitos de imagem. As ocultações seriam referentes a 2011, 2012 e 2013, feitas em transferências para a Chaterella Investors Limited e Birsen Trade, S. A..