EFESochi (Rússia)

O volante Paulinho afirmou nesta quarta-feira que seleção espanhola não perde a condição de favorita, mesmo após a polêmica demissão do técnico Julen Lopetegui, que caiu devido acerto com o Real Madrid, tornado público ontem.

"Se fala muito da saída do treinador, não vou entrar neste assunto, mas é claro, a Espanha sempre será candidata séria a conquistar o Mundial", disse o jogador do Barcelona.

Mesmo apontando a qualidade dos campeões mundiais de 2010, o camisa 15 não afastou a responsabilidade do Brasil de fazer uma boa Copa para afastar a imagem deixada na última edição, em casa, com direito a goleada para a Alemanha por 7 a 1.

"A pressão sobre seleção sempre vai existir. Felizmente, o futebol é bom porque te dá oportunidades de se reerguer de uma forma muito rápida. Estamos deixando o passado de lado e só pensamos em trabalhar para ganhar o título na Rússia", afirmou o volante.