EFEBruxelas

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la.

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, os monges anunciaram que acharam a fórmula nos arquivos da abadia e estão reformando uma sala do mosteiro onde ficará a nova fábrica, que produzirá anualmente cerca 1 milhão de litros da bebida em parceria com as marcas Carlsberg e Alken-Maes.

Um dos monges, Karel Stautemas, disse em entrevista à emissora "Rádio 2" que as obras começarão ainda neste ano. A expectativa é de que a primeira cerveja esteja pronta até o final de 2020.

A abadia foi construída em 1128 e saqueada por tropas francesas em 1795, o que causou a destruição da cervejaria e a perda da receita. Grande parte do templo foi reconstruída, mas a fórmula só foi encontrada após uma longa pesquisa nos acervos do mosteiro, incluindo um difícil trabalho de tradução de latim e holandês antigos.

A cerveja fabricada será uma trippel de 10,8% de teor alcoólico e que ficará durante cinco meses em maturação em barris de uísque. A nova fábrica funcionará no mesmo lugar onde a cerveja era preparada no século XVII, e uma parte da produção será exportada para a França.