EFEParis

Michel Hidalgo, técnico que levou a França ao título da Eurocopa em 1984, morreu nesta quinta-feira, aos 87 anos, na cidade de Marselha, segundo fontes consultadas pela imprensa local, sem haver relação com o novo coronavírus.

A informação do falecimento foi confirmada pelo sindicato de jogadores franceses de futebol, que chegou a ser presidido por Hidalgo.

Segundo as informações obtidas pelos veículos de comunicação locais, o ex-jogador e ex-técnico, morreu quatro dias depois de fazer aniversário, em decorrência de uma doença que o havia debilitado nos últimos anos.

Antigo integrante dos elencos de Le Havre, Stade Reims - pelo qual foi vice-campeão europeu em 1956 -, e Monaco, Hidalgo defendeu a seleção francesa uma vez.

Ainda antes de pendurar as chuteiras, chegou a ser jogador e técnico do time do Principado simultaneamente. Em 1976, assumiu o comando dos 'Bleus', exercendo a função até o fim da Eurocopa, realizada na própria França.