EFEParis

O ex-capitão do Barcelona, Xavi Hernández, que agora defende o catariano Al-Sadd SC, declarou neste sábado que ninguém poderia imaginar que Neymar deixaria o clube catalão, mas se mostrou confiante na capacidade da equipe de disputar todos os títulos.

"É raro que um jogador não queira ficar no Barça. É inclusive muito estranho. Há 17 anos que não acontecia, desde que Luis Figo foi ao Real Madrid", lembrou o jogador em uma entrevista concedida ao jornal francês "L'Équipe".

Xavi disse ainda entender a decepção dos torcedores do Barcelona com a nova contratação do Paris Saint-Germain (PSG), que deve estrear amanhã contra o Guingamp.

"Não deu nenhuma explicação. Saiu do Barça sem dar uma entrevista coletiva nem nada", lamentou o meia, convencido de que o Barcelona não esperava que algum clube pudesse pagar os 222 milhões de euros cláusula para liberar o brasileiro.

Apesar de Neymar já estar treinando em Paris, o Barça segue sendo um dos favoritos para ganhar todos os títulos da temporada, segundo Xavi.

"Temos Messi, o melhor jogador do mundo, Suárez, o melhor atacante, Piqué, Iniesta, Busquets, os melhores nos seus postos", opinou o espanhol.

Entre as opções contempladas para preencher o vazio deixado pelo brasileiro, o ex-capitão do Barça defende especialmente o costa-marfinense Jean Michaël Seri, conhecido como "Xavi africano".

"É fantástico. Tem aquilo que chamamos de DNA Barça", finalizou Xavi, que assegura que esta é a sua última temporada como jogador, porque com 38 anos, ainda que se sinta bem fisicamente, "é hora de despedir-se" e iniciar uma nova etapa na qual pretende trabalhar como treinador.