EFEBurgos (Espanha)

O pivô brasileiro Augusto Lima, que defende o San Pablo Burgos, clube que disputa a primeira divisão do Campeonato Espanhol de basquete, afirmou nesta sexta-feira que está aberto a ajudar pessoas que precisem de comida em meio à crise provocada pela pandemia do coronavírus.

"Se alguém não está trabalhando, não recebe ajuda do governo e, em algum momento, ficar sem comida, por favor, não vá para cama sem se alimentar. Do pouco ou muito eu tenho, estarei lá para compartilhar comida com vocês. Escrevam sem medo", postou o jogador.

O pivô, que atua na Espanha desde os 16 anos e já passou, entre outros, pelo Real Madrid, está atualmente com a família na cidade de Murcia, após receber autorização da equipe sediada na cidade de Burgos, na comunidade de Castela e León.

"Me junto no objetivo de ajudar todos que precisam", disse.

Augusto Lima reforçou que as pessoas que precisarem de ajuda não precisam fazer pedido através de um intermediário, como as autoridades locais e permitiu que sejam enviadas mensagens diretas a ele, com o apelo.

"Se conhecem alguém que precisam de algo, façam chegar a ele essa mensagem", postou.