EFEBogotá

O presidente da Colômbia, Iván Duque, revelou ter conversado neste sábado com Jair Bolsonaro, para oferecer ajuda ao Brasil nos trabalhos de combate aos incêndios que destroem milhares de quilômetros quadrados da Amazônia.

"Hoje, tive a chance de falar por telefone com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, para expressar de novo o interesse da Colômbia de colaborar no que pudermos, para enfrentar essa situação dramática", disse, durante evento na cidade de Cáli.

De acordo com o presidente colombiano, Bolsonaro afirmou na conversa que os países que compartilham a Amazônia devem buscar um esforço conjunto e um discurso coletivo para proteger a biodiversidade.

"A Colômbia quer propor que a agenda de proteção seja global e fazer uma convocação aos países desenvolvidos, para que forneçam recursos e ajudem a enfrentar o desmatamento e o crime transnacional, que está associado ao tráfico de animais", afirmou Duque.

No país localizado ao norte da América do Sul, a Amazônia corresponde a 40% do território nacional, nos estados de Amazonas, Caquetá, Guainía, Guaviare, Meta, Putumayo, Vaupés e Vichada. Na região, existem dez parques naturais.

No ano passado, o Ministério do Meio-Ambiente colombiano registrou 197.159 hectares desflorestados, sendo 138.176 na Amazônia.