EFELos Angeles (EUA)

A atriz australiana Ruby Rose anunciou nesta terça-feira que não fará parte da segunda temporada da "Batwoman", série que continuará com uma nova protagonista a ser escolhida.

"Tomei a difícil decisão de não retornar a 'Batwoman' na próxima temporada", disse Rose em um comunicado coletado pela imprensa americana.

"Essa não é uma decisão tomada sem pensar, já que tenho um enorme respeito pela equipe, elenco e todos os envolvidos na série em Vancouver e Los Angeles", acrescentou a atriz, que agradeceu aos diretores de The CW, Warner Bros. TV e Berlanti Productions por permitir que ela fizesse parte do mundo televisivo da DC Comics.

Rose não especificou as razões de sua surpreendente saída de uma série que estreou em 6 de outubro de 2019 e cuja primeira temporada terminou no último domingo após 20 episódios, dois a menos que o previsto devido à pandemia do novo coronavírus.

"CW, Warner Bros. TV e Berlanti Productions agradecem a Ruby pela sua contribuição para o sucesso da nossa primeira temporada e desejam a ela tudo de bom", disseram os chefes de "Batwoman" em um comunicado.

Os responsáveis pela atração fizeram questão de deixar claro que a segunda temporada está confirmada e que a preferência é por uma atriz que, assim como Rose, seja identificada com a comunidade LGBTQ+.

"O estúdio e a rede estão firmemente comprometidos com a segunda temporada de 'Batwoman' e seu futuro a longo prazo, e, junto com a talentosa equipe criativa da série, esperamos compartilhar essa nova direção, incluindo a seleção de uma nova estrela nos próximos meses que fará parte da comunidade LGBTQ", escreveram.

A aposta em Rose como Batwoman foi um novo passo para uma maior diversidade no cinema e na televisão americanos. Entretanto, a escolha também trouxe inúmeras críticas no Twitter que inclusive levaram a atriz a cancelar seu perfil na rede social.

A série faz parte do chamado "Arrowverse", um universo televisivo entrelaçado formado por diferentes séries de The CW sobre as histórias e personagens da DC Comics. A narrativa ambiciosa começou com "Arrow" em 2012 e inclui outras séries como "The Flash", "Supergirl" e "Legends of Tomorrow".