EFEWashington

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou por telefone nesta sexta-feira com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que deu positivo para o novo coronavírus, e lhe disse estar na torcida para uma recuperação rápida.

"O presidente agradeceu ao primeiro-ministro a sua estreita amizade e lhe desejou uma pronta recuperação", informou o vice-secretário de imprensa da Casa Branca, Judd Deere, em sua conta no Twitter.

Mais cedo, através da mesma rede social, o premiê do Reino Unido revelou que vinha sentindo sintomas leves e realizou o teste para o vírus SARS-CoV-2, que deu positivo.

"Os dois (Trump e Johnson) concordaram em trabalhar em estreita colaboração com o G7, o G20 e outros parceiros internacionais para derrotar a pandemia do coronavírus e impulsionar a economia global. Ambos os líderes também expressaram otimismo de que os Estados Unidos e o Reino Unido sairão mais fortes do que nunca", tuitou o porta-voz.

O primeiro-ministro, cuja companheira, Carrie Symonds, está grávida do primeiro bebê do casal, afirmou que, embora tenha se isolado, continua liderando a resposta do Reino Unido à pandemia através de chamadas de vídeo.