EFEBruxelas

O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, na sigla em inglês) da União Europeia segue com a recomendação de manter 14 dias de quarentena para aqueles que estiveram em contato com alguém que testou positivo para Covid-19, de acordo com a última análise de risco sobre o novo coronavírus publicado nesta quinta-feira.

"A quarentena de 14 dias é recomendada para pessoas que tiveram contato com casos confirmados de SARS-CoV-2. Isso pode ser reduzido para 10 dias após a exposição, caso um teste de PCR no 10º dia der negativo", diz o comunicado.

Em tempos recentes, e com especificações diferentes, países como Espanha, Hungria e Polônia reduziram o período de quarentena obrigatório para 10 dias e alguns como França e Bélgica encurtaram ainda mais, para sete.

Questionada sobre este aspecto na entrevista coletiva de apresentação do relatório, a diretora do ECDC, Andrea Ammon, destacou que a recomendação de 14 dias não mudou por enquanto, mas está sujeita a revisão.

"A duração da quarentena está em debate agora. Principalmente porque alguns países a combinam com testes. No momento, estamos avaliando qual pode ser o impacto. Não concluímos essas deliberações. Ainda temos a preferência de 14 dias", afirmou a médica alemã.