EFECaracas

A cotação do dólar paralelo na Venezuela, que é a de referência para a maioria das empresas do país, superou a marca de 4 milhões de bolívares nesta sexta-feira.

De acordo com o portal "Monitor Dólar Venezuela", que calcula a média das cotações de diversas casas de câmbio, a moeda americana é vendida a 4.030.938,71 bolívares soberanos, em alta de 0,48% em relação a ontem.

A taxa mais baixa oferecida por uma casa de câmbio é de 3.982.678 bolívares soberanos por dólar, e a mais alta é de 4.092.837,39, ainda segundo o portal.

Considerando este aumento, o salário mínimo da Venezuela, de 7 milhões de bolívares, agora vale cerca de US$ 1,7.

O bolívar passou por dois processos de reformulação monetária: em 2008 perdeu três zeros e foi renomeado como bolívar forte, e em meados de 2018 teve um corte de cinco zeros, sendo rebatizado como bolívar soberano.

A nota de maior valor de face em circulação no país sul-americano é a de 1 milhão de bolívares soberanos, que agora equivale a US$ 0,25.