EFEWashington

O índice de preços ao consumidor nos Estados Unidos subiu 0,6% em julho, assim como no mês anterior, aumentando para 1% a alta em relação aos últimos 12 meses, informou o Departamento de Trabalho nesta quarta-feira.

Excluindos os preços de combustíveis e alimentos, os mais voláteis, o indicador aumentou 0,6% no mês passado, após ter subido 0,2% em junho. Em 12 meses, o aumento já é de 1,6%, depois de ter registrado 1,2% em junho.

A inflação nos EUA tem se acelerado desde que alcançou o nível mais baixo em quatro anos e meio, 0,1%, em maio.

Em junho, os preços da energia aumentaram 2,5%, com uma forte alta de 5,6% na gasolina. Meses antes, esses produtos sofreram quedas como reflexo de um aumento da demanda à medida que foram sendo relaxadas as restrições por causa da pandemia de Covid-19.

Estas subidas foram parcialmente compensadas pela queda dos preços dos alimentos, de 0,4% em julho, enquanto que o custo dos alimentos em casa caiu 1,1%.

Os preços dos automóveis novos subiram 0,5% em julho, após uma queda de 0,2% no mês anterior, e os custos de habitação subiram 2,3% no mês passado, em comparação com 2,4% em junho.

A pandemia teve um forte impacto na economia dos Estados Unidos, o país mais afetado do mundo, que na terça-feira chegou a 5,1 milhões de casos confirmados de Covid-19 e 164.480 mortes, de acordo com a contagem feita de forma independente pela Universidade Johns Hopkins. EFE

jab/vnm