EFEAssunção

O Ministério da Indústria e Comércio do Paraguai (MIC) está preparando uma missão comercial para visitar o Brasil, com data a ser definida, para atrair investimentos e parcerias entre empresas dos dois países, de acordo com comunicado emitido pela pasta nesta quarta-feira.

O Brasil é um dos maiores parceiros comerciais do Paraguai e foi o principal destino das exportações paraguaias em 2020, com uma participação de 35,6% do total e uma quantia de 3.035,9 milhões de dólares, segundo o Banco Central do Paraguai (BCP).

O Ministro da Indústria e Comércio, Luis Alberto Castiglioni, disse que os números são "muito encorajadores", mas acredita que há "um potencial infinito" a ser explorado no mercado brasileiro.

O MIC está analisando oportunidades de negócios em cerca de quatro estados brasileiros antes de anunciar a data da missão comercial, que deverá ser definida em até quatro semanas.

"Nosso grande interesse é construir cadeias de valor. Já temos cadeias de valor para autopeças. Semelhante a esse modelo, também queremos desenvolver outros, por exemplo, na área de vestuário. Nossa intenção é expandir as cadeias de valor, porque é aí que Paraguai e Brasil têm a ganhar", comentou Castiglioni.

A missão paraguaia partirá para o Brasil com a intenção de atrair capital semelhante ao da Omega Green, empresa brasileira que abrirá uma fábrica de biocombustíveis no Paraguai, com um investimento de US$ 800 milhões.

"Há muitas possibilidades de obter este tipo de investimento lá (no Brasil), devido às grandes ofertas comparativas e competitivas que o Paraguai tem. Estamos partindo com esta intenção: trazer o maior investimento possível e incentivar um aumento das exportações de produtos paraguaios", completou o ministro.