EFEDubai

A companhia petrolífera saudita Aramco anunciou nesta terça-feira que aumentará sua produção de petróleo bruto para 12,3 milhões de barris por dia, a partir de 1º de abril, o que representa um aumento de 300 mil barris (2,5% a mais), informou a empresa à bolsa de valores da Arábia Saudita, Tadawul.

Segundo a nota, "a empresa espera que isso tenha um efeito financeiro positivo a longo prazo".

A decisão representa um "aumento de 300 mil barris de petróleo por dia sobre a capacidade máxima sustentada" da produção da empresa.

Essa decisão ocorre no dia seguinte a uma "segunda-feira negra" para os mercados, em que o preço do petróleo despencou 25% como resultado da queda na demanda devido ao novo coronavírus e do início de uma guerra de preços entre a Arábia Saudita e Rússia.

A Arábia Saudita defendeu a redução da produção dos parceiros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores externos, conhecida como Opep+, em 1,5 milhão de barris, enquanto a Rússia se opôs à medida, que levou Riad a dar uma volta de 180 graus e apostar na diminuição ainda mais o valor do petróleo.

Alguns especialistas temem que a batalha faça o preço do petróleo para cerca de US$ 20 por barril, a menos que sauditas e russos retomem as negociações. EFE

oad-cgs/phg