EFEWashington

O governador do Texas, o republicano Greg Abbott, ordenou a suspensão da reabertura econômica do estado nesta quinta-feira devido a um número recorde de infecções e internações pelo novo coronavírus.

"A última coisa que eu quero fazer como estado é recuar e fechar as lojas. Essa pausa temporária ajudará nossa expansão do controle estadual até que possamos entrar na próxima fase da abertura econômica", declarou Abbott em um comunicado.

O crescimento do contágio se concentra nas regiões metropolitanas de Houston e Dallas, e em cidades como Austin, San Antonio e El Paso.

"Enquanto estivermos passando por este boom tanto em hospitalizações quanto em infecções, estamos focados em estratégias que retardarão a propagação do vírus. Enquanto isso, permitimos que os texanos continuem recebendo salários para sustentar suas famílias", acrescentou.

Atualmente, o Texas tem 4.389 pacientes internados com COVID-19, bem acima dos 2.793 de uma semana atrás, de acordo com o Departamento de Saúde do estado. Abbott reconheceu que o estado está enfrentando "um surto maciço de coronavírus".

Texas, um dos estados mais populosos dos Estados Unidos, com 29 milhões de pessoas, relatou 5,5 mil casos confirmados de infecção pelo vírus SARS-CoV-2 nesta quarta.

É um dos estados do sul e oeste do país, junto com a Flórida, Arizona e Califórnia, que está passando por um surto em meio ao processo de reabertura econômica que está causando preocupação entre as autoridades sanitárias. EFE

afs/dr