EFETóquio

O grupo Toshiba decidiu interromper o envio de componentes eletrônicos à empresa chinesa Huawei para cumprir com as disposições anunciadas na semana passada por pelos Estados Unidos, informou nesta quinta-feira o jornal "Nikkei".

A informação não especifica os produtos cujos envios serão suspensos, que são fabricados por uma de suas filiais, mas o "Nikkei" diz que a companhia vem fornecendo a Huawei discos rígidos, semicondutores e sistemas de processamento de dados de alta velocidade.

O anúncio foi feito depois que os EUA decidiram na semana passada vetar o acesso de Huawei à sua tecnologia, assim como a produtos fabricados no exterior se a proporção de conteúdo derivado da tecnologia americana exceder 25% do valor de mercado.

A Toshiba, segundo o "Nikkei", está investigando se alguns dos aparelhos ou componentes que envia para a Huawei têm peças fabricadas nos EUA. A firma retomará os envios assim que revisar esse tema.