EFENova York

A bolsa de Wall Street e seus três principais indicadores abriram esta segunda-feira em baixa, com o Dow Jones despencando cerca de mil pontos, em tendência mundial de queda, inclusive no valor do petróleo, por causa do temor sobre os efeitos na economia da expansão do coronavírus.

Com cinco minutos de sessão aberta em Nova York, o Dow Jones Industrial caía 3,01%, em 873,66 pontos, ficando abaixo dos 29 mil pontos, embora tenha chegado a alcançar baixa de 917 pontos, nos primeiros instantes do dia.

A situação foi parecida com o S&P 500, que chegava a 2,75% negativos, em 91,88 pontos, ficando em 3.245,87 pontos. Já o índice composto Nasdaq, em que são cotadas as principais companhias tecnológicas, apresentou queda de 3,37%, em 322,68 pontos, até 9.253,91.

A situação, com números ruins em todos os setores que lançam ações na bolsa, era de muito pessimismo por causa de novos casos de coronavírus provocando crescentes registros de mortes fora da China, como no Irã e na Itália.

Na Europa, a Bolsa de Milão caía 4,65%; a de Londres 3,18%; a de Frankfurt 3,62%; Madri 3,59% e Paris 3,55%. Na Ásia, com Tóquio não funcionando por feriado, a Bolsa de Seul despencou 3,87%; a de Hong Kong 1,79%; e a de Xangai 0,33%.

Além disso, o preço do barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI), para entrega em abril, começou o dia em queda de 4,78%, sendo cotado a US$ 50,83, mais de US$ 2 abaixo do valor registrado no fechamento desta sexta-feira. EFE

ce/bg