EFEMajadahonda (Madri)

O atacante Diego Costa, do Atlético de Madrid, retomou nesta sexta-feira os treinamentos com a equipe, após se recusar a fazê-lo ontem ao ser informado que será punido pelo clube por conta da expulsão na derrota por 2 a 0 para o Barcelona no último dia 6, pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol, que rendeu ao jogador oito jogos de suspensão.

Diego treinou normalmente com seus companheiros hoje, após não ter participado das atividades de ontem, quando foi ao CT mas se recusou a treinar por ter sido notificado no dia anterior que o clube abriria um procedimento disciplinar interno pela expulsão contra o Barcelona.

Após receber o cartão vermelho por xingar o juiz, "ainda no campo", o atacante "agarrou" o árbitro "pelo braço com o objetivo de impedir que mostrasse cartões aos seus companheiros José María Giménez e Diego Godín, respectivamente", relatou o árbitro Jesús Gil Manzano na súmula da partida.

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, disse que o assunto já está encerrado e que conta com o jogador "na pré-temporada que vem" com "fome e vontade de dar a volta por cima".

"É uma situação interna que resolvemos no dia de ontem e obviamente Diego estava treinando naturalmente como treinou sempre", disse Simeone, que explicou que teve uma conversa com o atacante.

"Acho que fui bastante claro. É um assunto interno, como todos os assuntos internos se resolvem internamente e já está resolvido, porque hoje Diego treinou como sempre", insistiu o treinador.

Sem Diego Costa, que por conta da suspensão perderá o resto da temporada, o Atlético de Madrid visita o Eibar neste sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol.