EFESantiago (Chile)

Eliminado na fase de grupos da Taça Libertadores na terceira posição do grupo E, atrás de Cerro Porteño e Nacional do Uruguai, o Atlético-MG iniciará uma nova empreitada em âmbito continental nesta terça-feira enfrentando o Unión La Calera no estádio Nicolás Chahuán, no Chile, pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Depois de ter feito uma primeira parte de temporada ruim, com a queda na Libertadores e o vice-campeonato estadual, com derrota para o rival Cruzeiro na final, o Galo começou bem no Campeonato Brasileiro. Com quatro vitórias em cinco rodadas, a última delas no sábado contra o Flamengo por 2 a 1, a equipe dirigida por Rodrigo Santana é segunda colocada, com 12 pontos, atrás apenas do Palmeiras, com 13.

Dado o desgaste da sequência de partidas nas últimas semanas, Rodrigo poupará alguns titulares da viagem à cidade de La Calera, na região de Valparaíso. O goleiro Victor, o o volante José Welison, os meias Luan e Cazares e o atacante Ricardo Oliveira ficaram fora da relação de 21 jogadores relacionados para o duelo no Chile, assim como o zagueiro Réver, que contra o Rubro-Negro carioca fraturou o nariz.

O treinador assumiu o Atlético interinamente em 11 de abril, após a demissão de Levir Culpi, e desde então houve cinco derrotas, dois empates e três derrotas. Ele se disse pronto para assumir a função de maneira efetiva, mas ressaltou que respeitará qualquer decisão da diretoria.

"Estou aqui de uma forma para ajudar o clube, o elenco, a comissão técnica. Acredito em um treinador experiente, diferente, para a dimensão do Galo. Eu estou começando, e a diretoria tem me dado o respaldo, o que me deixa tranquilo. Se amanhã aparecer treinador, estarei aqui para aprender. Futebol é resultado. Sei que a diretoria é capaz de trazer um treinador competente", comentou.

O Unión La Calera é um time modesto do Chile, mas na primeira fase da Sul-Americana eliminou um concorrente brasileiro, a Chapecoense. Houve empates em 0 a 0 na ida, em La Calera, e em 1 a 1, na volta, em Chapecó, e o representante chileno avançou devido ao gol fora de casa.

Por outro lado, em âmbito nacional, vem de duas derrotas, para Deportes Iquique e Unión Española, e parou nos 22 pontos, a nove da líder Universidad Católica, em quinto lugar.

"Será um jogo com nível alto de exigência, o que sempre traz benefícios do ponto de vista competitivo. Vai nos servir para continuar em um grau de exigência alto para tentar crescer e melhorar como equipe", analisou o técnico do La Calera, Francisco Meneghini.

Prováveis escalações:.

Unión La Calera: Batalla; Andía, Vilches, Alvarado e Figueroa; Isnaldo, Laba, Leiva e Larrondo; Bou e Wiemberg. Técnico: Francisco Meneghini.

Atlético-MG: Cleiton; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva e Patric; Adilson, Elias, Vinícius e Terans; Chará e Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana.

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador), auxiliado pelos compatriotas Luis Vera e Edwin Bravo.

Estádio: Nicolás Chahuán, em La Calera (Chile).