EFETirana

Um confronto entre torcedores da Roma, da Itália, e do Feyenoord, da Holanda, deixou 13 pessoas feridas em Tirana, na Albânia, onde as duas equipes se enfrentarão nesta quarta-feira, pela final da Liga Conferência, segundo informou a polícia local.

Ao todo, entre os lesionados estão 13 agentes da força de segurança albanesa, quatro cidadãos italianos e um holandês.

Além disso, as brigas, em que foram lançadas garrafas de vidro, pedras e que teve confronto com pedaços de pau, resultou na orusçai de 60 pessoas, de acordo com a polícia.

Entre os detidos, segundo a corporação, estão 48 italianos e 12 holandeses, acusados por estarem "envolvidos com atos violentos".

O governo de Tirana já tinha declarado feriado na cidade nesta quarta-feira, quando acontecerá a partida, que começa às 21h locais (16h de Brasília).

O maior desafio das autoridades locais é garantir a segurança, devido aos possíveis atos de violência que poderão se repetir ao longo do dia.

Torcedores do Feyenoord já tinham se envolvido em confronto generalizado com seguidores da Roma, em 2015, no centro da capital italiana, antes do jogo que envolveu as duas equipes, pela Liga Europa.

Diante do histórico e das análises de risco, 2,8 mil agentes de polícia foram mobilizados na Albânia, que se uniram a 30 vindos da Itália e da Holanda.

Para a partida, que acontecerá na Kombetare, que tem capacidade para 19,5 mil pessoas, foram disponibilizados 3 mil ingressos para cada torcida. EFE