EFERedação Central

O volante Casemiro foi o porta-voz de uma autocrítica no Real Madrid nesta quarta-feira depois da derrota para o Paris Saint-Germain por 3 a 0 no Parc des Princes, na estreia na Liga dos Campeões, mas disse acreditar que o time espanhol poderá reagir caso continue se empenhando.

"Tivemos oportunidades e marcamos dois gols que foram anulados, mas não há desculpas. Não jogamos bem, é um momento delicado para falar, mas estamos trabalhando a tempo de mudar tudo isso", comentou o brasileiro em entrevista à emissora espanhola "Movistar".

O PSG bateu o Real com dois gols de Di María, ex-jogador do adversário, e um de Meunier. Os visitantes ainda balançaram a rede duas vezes, com Bale e Benzema, mas os dois lances foram bem anulados pela arbitragem.

"Eles tiveram o controle da partida. É um time muito forte, com grandes jogadores. Cabe a nós continuar trabalhando porque ainda há nuito tempo para mudar o rumo das coisas", declarou Casemiro, que negou qualquer passividade do tridecacampeão continental.

"Não faltou agressividade. Tentamos ser agressivos, mas quando se perde por 3 a 0 já sabemos que tudo salta mais aos olhos. Se no Real Madrid não fazemos um jogo quase perfeito, a vitória não vem", disse.