EFERedação Central

O Chelsea chegou a levar susto, mas passou nesta quinta-feira pelo Slavia Praga por 4 a 3, no estádio Stamford Bridge, e avançou às semifinais da Liga Europa, fase em que também se garantiram o Valencia, próximo adversário do time inglês, o Arsenal e o Eintracht Frankfurt.

Os 'Blues', que troxeram da República Tcheca uma vitória por 1 a 0, obtida na semana passada, foram avassaladores logo depois do apito inicial, com três gols em 17 minutos, marcados pelo meia-atacante espanhol Pedro, pelo zagueiro marfinense Simon Deli, contra, e pelo atacante francês Olivier Giroud.

Ainda antes bem antes do intervalo, os visitantes - que precisavam virar o placar para igualar o agregado e avançar pelo número de vezes que balançaram a rede fora de casa -, marcaram com o meia tcheco Tomas Soucek. No minuto seguinte, no entanto, Pedro anotou seu segundo gol na partida.

No segundo tempo, entrou em cena o atacante tcheco Petr Sevcik, que marcou duas vezes, aos 6 e aos 10, colocando fogo no duelo. O Slavia até lutou depois de encostar, criou oportunidades, mas não conseguiu os dois gols que precisava para avançar.

O Chelsea, que não ia à uma semifinal de torneio continental desde 2015, na Liga dos Campeões, contou com o zagueiro David Luiz e o lateral-esquerdo naturalizado italiano Emerson entre os titulares. O volante também naturalizado italiano Jorginho e o meia Willian, por sua vez, entraram no decorrer do segundo tempo.

Na próxima etapa, os 'Blues' terão pela frente o Eintracht Frankfurt, único representante da Alemanha que estava vivo nas quartas de final de competições da Uefa. O time passou pelo Benfica, do zagueiro Jardel e do atacante Jonas - atuaram hoje -, por 2 a 0, em casa. A equipe avançou por causa dos gols fora, já que havia sido derrotada por 4 a 2 no Estádio da Luz.

A partida na Commerzbank Arena foi marcada por polêmica, já que o meia sérvio Filip Kostic estava em posição irregular quando abriu o placar. Como na Liga Europa, diferente da 'Champions', o VAR não é utilizado, o árbitro italiano Daniele Orsato não teve auxílio para reavaliar o lance.

O volante alemão Sebastian Rode, no segundo tempo, anotou o segundo gol do Eintracht Frankfurt, que volta à semifinal continental após 39 anos. A última aparição foi Copa da Uefa de 1979-1980, quando passou pelo Zbrojovka Brno, da Tchecoslováquia, nas quartas, pelo Bayern de Munique nas semis, e acabou derrotado na decisão do título pelo Borussia Mönchengladbach.

Na Itália, o Arsenal voltou a vencer o Napoli e carimbou passaporte para às semifinais. Os 'Gunners' levaram a melhor por 1 a 0 no estádio San Paolo, uma semana depois de terem superado o adversário por 2 a 0, no Emirates Stadium.

O artilheiro solitário da partida foi o atacante francês Alexandre Lacazette, que balançou a rede aos 36 da etapa inicial.

Com isso, o time londrino repete a edição passada, em que foi até à semifinal e caiu diante o Atlético de Madrid. Além disso, completa o quadro de ingleses nas semifinais continentais, junto com o Chelsea na Liga Europa, e de Tottenham e Liverpool na Liga dos Campeões.

Na próxima fase, o Arsenal terá pela frente o Valencia, time que entrou em campo nesta quinta-feira com a situação mais confortável, depois de ter vencido o Villarreal por 4 a 1, fora de casa, na partida de ida. Hoje, o goleiro Neto, o zagueiro Gabriel Paulista e companhia levaram a melhor no estádio Mestalla por 2 a 0.

Os dois gols dos anfitriões foram marcados por jogadores espanhóis. O lateral-esquerdo Toni Lato abriu o placar aos 13 do primeiro tempo, e o meia Dani Parejo fechou a conta aos 9 da etapa complementar.

Campeão da Copa da Uefa na temporada 2003-2004, o Valencia não ia à semifinal da Liga Europa desde 2013-2014, quando foi batido pelo Sevilla.