EFEGrenoble (França)

Mesmo sem contar com sua principal jogadora, a atacante Marta, que se recupera de lesão, o Brasil estreou na Copa do Mundo feminina com uma vitória contundente sobre a Jamaica por 3 a 0, com três gols de Cristiane, em jogo realizado no Stade des Alpes, na cidade francesa de Grenoble.

Eleita seis vezes a melhor do mundo, Marta sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda durante a preparação da seleção, há 15 dias, e até voltou a treinar com as companheiras de elenco, mas foi vetada. A camisa 10 provavelmente voltará no próximo jogo das comandadas de Oswaldo Alvarez, na próxima quinta-feira, em Montpellier, contra a Austrália, algoz das brasileiras na última Copa, em 2015.

Sem a craque, brilhou a segunda maior artilheira da história da equipe feminina brasileira, que vinha de nove derrotas consecutivas. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Andressa Alves levantou e Cristiane marcou de cabeça, com muito estilo, acertando o ângulo esquerdo.

O segundo gol poderia ter acontecido ainda antes do intervalo, aos 36, quando a árbitra alemã Riem Hussein marcou pênalti por toque de mão de Swaby. Entretanto, a goleira Schneider parou a cobrança de Andressa Alves.

A seleção sentiu o erro, e caiu de ritmo até ir para o vestiário. Na segunda etapa, porém, voltou a dominar e aumentou a diferença aos quatro minutos. Andressa Alves colocou para o meio da pequena área, ninguém desviou, e Cristiane não perdoou na segunda trave. Plummer ainda tentou tirar, mas a bola cruzou a linha.

O "hat-trick" ficou completo aos 18. A centroavante bateu falta da linha da meia-lua, no canto da goleira, a bola acertou o travessão e quicou dentro do gol por centímetros.

Dessa forma, o Brasil saiu à frente no grupo C, com três pontos e saldo melhor que o da Itália, que surpreendeu ao derrotar a Austrália por 2 a 1 de virada em Valenciennes. Kerr fez 1 a 0, mas Bonansea marcou duas vezes, uma delas aos 49 minutos do segundo tempo, e garantiu o triunfo da 'Azzurra'. EFE

dr/rd