EFESeul

As seleções da Coreia do Norte e da Coreia do Sul empataram em 0 a 0 nesta terça-feira, no estádio Kim Il-sung, em Pyongyang, em partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que não teve público nas arquibancadas e transmissão na televisão.

As equipes dos dois países, que estão tecnicamente em guerra faz 70 anos, mantiveram placar inalterado, mas pouco foi possível saber do andamento do jogo, pois os jornalistas não puderam acompanhar o duelo, assim como os torcedores, por determinação do governo norte-coreano.

Apenas os sites da Fifa, Confederação Asiática de Futebol e federação sul-coreana apresentaram relatos em tempo real da partida, com descrição de jogadas e informações técnicas como substituições, cartões amarelos.

Segundo informou o governo da Coreia do Sul, o presidente da Fifa, Gianni Infantino teve a entrada no estádio autorizada e acompanhou a partida em um dos camarotes do estádio.

Na nação governada por Kim Jong-un já se tornou hábito que as partidas de futebol não sejam transmitidas ao vivo. O compromisso anterior da Coreia do Norte, contra o Líbano, também pelas Eliminatórias, só foi exibido pela televisão local no dia seguinte.

Com o empate no primeiro jogo entre os vizinhos realizado em solo norte-coreano desde outubro de 1990, as duas seleções seguem invictas no grupo H da segunda fase das Eliminatórias para a Copa do Mundo, com sete pontos. A seleção sul-coreana lidera pelo melhor saldo de gols, já que tem dez, contra três do concorrente.