EFEMadri

Medalhista em Campeonato Europeu, vencedor de etapas da Copa do Mundo e outras competições de alto nível, com participação em Jogos Olímpicos e Jogos Equestres Mundiais, Delgado, montado pela amazona espanhola Beatriz Ferrer-Salat, chegou ao fim da trajetória esportiva neste sábado.

O cavalo marrom, de 20 anos de idade, havia participado pela última vez em um grande torneio no Campeonato Europeu, realizado em Roterdã, na Holanda, em 2019, embora, segundo Ferrer-Salat, afirme que ele está "em muito boa forma", é o momento de encerrar uma etapa.

"A verdade é que estou animado, e ele também está animado de fechar sua trajetória em um lugar onde venceu, onde há público, que o aplaude. Na verdade, me enche de orgulho que, com essa idade, esteja tão em forma", disse a amazona em entrevista à Agência Efe.

Para Ferrer-Salat, o palco da despedida tinha que ser Madri, porque se trata de uma competição que disputaram várias vezes e, na Espanha, é onde "tem mais fãs", além de se tratar de um evento que tem "muito carinho", em referência ao IFEMA Madrid Horse Week.

A homenagem a Delgado aconteceu após a realização da prova de adestramento da terceira etapa da Copa do Mundo de hipismo, que está sendo organizada pela Federação Equestre Internacional (FEI).

Ferrer-Salat terminou na segunda colocação, montando Elegance, um cavalo jovem, de 12 anos, com que a espanhola participou dos Jogos Olímpicos de Tóquio e do Campeonato Europeu, em Hagen, na Alemanha.

Ontem, a amazona lamentou as distrações na arquibancada que fizeram com que o animal não conseguisse manter a calma, elemento considerado fundamental em uma prova tão precisa como o adestramento clássico.

"É preciso ir avançando com o cavalo. A verdade é que temos tido um calendário exigente com os Jogos Olímpicos, Campeonato da Europa, agora etapas da Copa do Mundo. É muito para a experiência dele, mas é bom, para que vá tateando, se acostumando com o ambiente e melhorando", afirmou a espanhola.

Sobre o próprio futuro, a medalhista olímpica, de 55 anos, garantiu que está sem e sem sequelas de fraturas sofridas no ano passado, no púbis e no sacro.

"Enquanto tiver motivação e estiver em forma, continuarei. Quando isso acabar, pararei. Não coloco nenhuma data", explicou. EFE

jmp/bg

(foto)